terça-feira, 2 de março de 2010

Carro estacionado na cabeça, produção no lombo do jegue


HORTIGRANGEIRO: CRIE ASA E USE O BICO

Com a decisão tomada pela prefeitura de doar parte do terreno do Mercado Hortigranjeiro ao INSS, para construção da nova sede do órgão em Araripina, fica estabelecido o seguinte: quem tiver carro com mercadoria estaciona na cabeça; e quem tiver produção agrícola para expor/vernder utiliza o lombo de jegue. Outra saída seria nada plantar e nada colher, por falta de espaço para comercializar. A foto acima ilustra bem a situação do produtor rural de Araripina. O amplo terreno adquirido lá no passado por Valmir Lacerda para servir ao produtor rural agora tem outro destino: cobrar contribuição previdenciária de empresas e trabalhadores. E aposentar também.
A saída para o produtor rural já vem embutida na decisão de doar o terreno ao INSS: parar de produzir e buscar uma aposentadoria. Quanto aos consumidores de frutas e legumes, resta o óbvio: criar asas, comer com o bico e estacionar no chifre do bode que ilustra esse blog.

Nenhum comentário:

Postar um comentário